21 July, 2017, Friday

SACO DE RATOS NA GALERIA DA OLIDO...

Publicado em Shows Escrito por  Março 02 2016 tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte 0
Avalie este item
(0 votos)

Num domingo à tarde pós tudo, claro a pedida sob medida, dos big parças rockers amaldiçoados e abençoados (por nossa conta...) dos impossíveis, integrantes do Saco de Ratos.

 Sempre em grande fase, o multi-beat-rocker, Marião Bortolloto esfolou o sistema hegemônico – digo a caretagem que impregna quase todos os setores da vida - com letras cáusticas nas pocilgas internas e ínfimas nossas - (que sede me dava lá dentro!!!), saltitantes e com vontade de uivar com ‘kerouac’ pelas estradas, ou melhor, pelas galerias da Olido (onde os rapazes gostariam de estar?)...

Os três álbuns do grupo quase que intercalados, inebriados pra mim, rolaram numa boa demais –‘ Todo errado’ me fascina e me remete as condições que mais aprecio na vida – além do ‘Mal mora em mim’ (ainda bem que ele reside em pessoas do bem, apenas...) foram destaques num primeiro momento da banda. Nossa vida não vale um Chevrolet assimilou nosso eterno e confuso, homem do subsolo de cada dia...

As guitarras do ‘buenas gentes’ Fabio Brum na transgressão rítmica do show, do Marcelo Watanabe na harmonia que a banda trabalha, ao menos no palco transcendem assim, do baixo do Fabio Pagotto e da batera do Rick Vecchione – filho do mestre Oswaldo!!! – completaram a metamorfose de fazer inveja aos mais comportados beatniks, aliás, nunca resistiriam por aqui mesmo!

Durante o show – ao nosso lado na fileira da frente – uma fã alucinada em uma dialética só dela, muito surreal sua performance, arrefecia e amortecia os hinos da banda e nos remetia a doces lembranças da ‘thurma de São Francisco’... Quem foi que disse que não houve muitas mulheres beatniks na patota do Jack?

Outro momento marcante e firmeza foi à presença do garoto rocker ‘Pimentinha’ que dividiu os vocais com o Marião em alguns momentos do show.

Enfim, os discos tocados, a camiseta comprada – só faltou uma baby look pra Jojo beat surreal!!! (as mulheres não têm vez nem nas camisas, minha companheira, reverberou em minha cuca...), uma ideia, quase etílica, com o Paulão (ex- Baranga e atual Camboja) e uma certeza – agora na camiseta também – cada vez mais velhos bêbados e barrigudos... UFA, ainda bem!!!

NORBERTO V2 Articulador do Sarau quinta em Movimento (bibliotecário especialista em Arquivística, Colecionador, Coordenador de Projetos Sócio/educativo-culturais do CEU Parelheiros e Agente educador/Animador

Ler 56 vezes Última modificação em Última modificação em Agosto 25 2016

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Custom Adv 2
golpe_de_estado_carta_nelson.jpg